A inteligência emocional no trabalho é um fator fundamental para o sucesso de qualquer profissional.

Segundo pesquisa da consultoria CareerBuilder, 71% dos recrutadores valorizam a inteligência emocional mais do que a inteligência cognitiva de um candidato durante um processo de seleção.

Estudos já comprovaram que inteligência emocional melhora o bem-estar físico, mental e as relações interpessoais.

Segundo estudo da Associação Americana de Psicologia, ela reduz até mesmo os níveis de cortisol – o hormônio do estresse – em nosso sangue.

Este mesmo estudo apontou que as mudanças provocadas pela inteligência emocional colaboram até para casamentos mais duradouros.

Transfira agora essa habilidade para o ambiente de trabalho –  o verdadeiro campo minado das relações sociais.

Essa é a transformação que a IE pode fazer em sua vida. Saiba como a seguir…

Benefícios da inteligência emocional no trabalho

Segundo os recrutadores, uma série de fatores fazem a inteligência emocional mais importante do que a inteligência cognitiva no ambiente de trabalho.

De acordo com as pesquisas, colaboradores com alta inteligência emocional:

  1. São mais propensos a permanecer calmos sob pressão
  2. Sabem como resolver conflitos de maneira eficaz
  3. São empáticos com os membros de sua equipe
  4. Lideram pelo exemplo
  5. Tomam decisões de maneira consciente

Ao mesmo tempo, gestores de RH percebem as competências emocionais em seus candidatos e funcionários a partir de alguns sinais, como:

  1. Eles admitem e aprendem com seus erros
  2. São capazes de manter as emoções sob controle em momentos difíceis
  3. Eles ouvem mais do que falam ou tanto quanto
  4. Eles recebem críticas bem
  5. Eles mostram graça sob pressão

5 dicas para ser emocionalmente inteligente no trabalho

Agora que já aprendemos quais os benefícios e os sinais da inteligência emocional no trabalho, vamos ver como desenvolvê-la.

Mas lembre-se que a inteligência emocional é como um músculo, que demanda prática e foco para ser fortalecido.

Para começar, leia com atenção estas cinco dicas para desenvolver a sua IE:

1. Exercite a autoconsciência

A autoconsciência ajuda você a tomar decisões bem pensadas e a reduzir drasticamente os impulsos. Para começar, reconheça suas próprias emoções e sentimentos. Pode ser a qualquer momento do seu dia.

Depois, perceba que eles tendem a ser passageiras, assim como tudo na vida. Ser autoconsciente é ter atenção a si mesmo e reconhecer o que está por trás de cada uma dessas sensações.

2. Pratique a autorregulação

Daniel Goleman identifica a autorregulação como essencial para a inteligência emocional. Tem a ver com a forma com a qual você administra os seus sentimentos. Para melhorar isso em você: aproveite sua vida além do trabalho e aceite que não pode controlar tudo.

Uma sugestão? Reserve alguns minutos para meditar e deixar os problemas fluírem para fora de sua mente. Até mesmo empresas como Apple, Google e Nike fazem isso. Ter uma boa autorregulação é ser capaz de se adaptar a qualquer situação. Respirar fundo quando as coisas não vão bem e pensar antes de tomar decisões.

3. Aperfeiçoe o seu poder de escuta

A escuta ativa é outra competência comum em pessoas com inteligência emocional elevada. É aprender a ouvir atentamente, fazer perguntas e saber expressar opiniões com respeito. Uma forma de controlar melhor suas reações e demonstrar sua disposição para ajudar a empresa a atingir seus objetivos.

4. Inclua a empatia em seu dia a dia

Ser empático é ter a capacidade de se colocar no lugar de outras pessoas para entender como elas se sentem. Mas, não para por aí. Também diz muito sobre como você responde a essas emoções. Para desenvolver a empatia no trabalho, preste atenção ao ponto de vista dos outros e a como responde a eles.

5. Coloque amor e gratidão no que você faz

Já ouviu aquela frase que não se deve procurar a motivação fora, mas dentro de si? Faz todo sentido. Afinal, ser bem-sucedido não é só ter um bom salário, mas sentir amor pelo que faz e gratidão pelas oportunidades que se tem.

Está cansado de procurar motivação na vida profissional? Então, tente se concentrar nas coisas que você ama. Pode ser quando conclui um projeto ou ouve um elogio. Anote em algum lugar, perto de você, e leia sempre que o desânimo insistir em aparecer. Isso vai te trazer uma lembrança luminosa.

Espero que essas dicas ajudem você a desenvolver a inteligência emocional no trabalho. E, claro, a se sentir mais motivado.

Gostou desse post?

Então, compartilhe com os amigos para que eles também aproveitem seus benefícios!

Publicado por Vinicius Aguiari

Eu escrevo sobre assuntos interessantes que farão sua vida melhor. Se conecte comigo!